Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Finalmente em casa

Estou em casa por tempo indeterminado com conta pra pagar e esperando a empresa dar baixa na minha carteira, enquanto isso vou perdendo os dias ai ai, como é duro o preço que eu estou pagando pelas minhas escolhas, mas foi melhor assim eu não ia conseguir aguentar muito tempo mesmo.

Fazer nada

Pois é, eu pedi as conta do serviço e agora eu tenho que esperar ou arrumar outro emprego hahahahah, mas era isso que eu queria, pretendo agora ficar em casa a toa coçando os piolho enquanto meu nome vai pro spc hahahahahahahah, que nada quero arruma qualquer coisa pra aguentar acabar de pagar as contas e ficar de boa como agora eu to mas ficar mais tranquila sabendo que não tenho mais conta pra pagar depois quem sabe eu volto a fazer terapia individual pra fala dos meus probrema.
Eu tenho um monte de probrema e to cansada de trabalha com gente chique quero mais é vagabundá e dormi até que a morte venha, vou inventá um amigo imaginário pra morte e eu to sem o joguinho do the sins.

Permissão para sofrer

Pois é me arrependi de muita coisa na vida mas se eu tivesse a força que tenho hoje talves pudesse ir mais longe, só que agora que perdi o medo de certas coisas, não tenho os sonhos que eu tinha e vivo a batalha de segunda  a sabado sempre com muita moleza e indisposição, minha coragem é tanta que me deixa anciosa e preguisosa e só serve mesmo porque agora eu tenho a certeza que posso contar comigo.
A tristeza é um crime, ninguém aceita uma pessoa triste, ficam perguntando se eu estou bem, várias veses pra me irritar cada vez mais eu odeio isso, odeio onibus cheio e perguntas idiotas.
O jeito mesmo é não ficar esperando nada e continuar evitando certas situações que me tiram do sério, quanto ao meu sofrimento gostaria de estar assim ou assado cozida e tudo mais só que eu sou eterna, viverei bilhões de anos e verei todos morrerem, minha saúde é de ferro embora eu seja obesa, tenho gastrite e esofagite, odeio essa época do ano, muito quente e desgastante.

Desejos eternos

Imagem
Preciso largar do meu emprego e ficar em casa sem preocupação com horários e obrigações, quero uma vida boa mesmo que pra isso eu tenha que viver sem dinheiro, o ano ta acabando e eu sou feliz quando como pizza, to muito gorda e pesada, não queria trabalhar hoje , eu desejo eternamente um mar de queijo com azeitona e molho de tomate com oregano, presunto e milho verde cosido.
Não tenho reação fico balançando o corpo pra frente e para traz e me hipnotizo com o computador e o celular, nem tomei banho ainda, se eu vivesse em casa ficaria o dia todo escrevendo qualquer coisa e fuçando na net.
Não sou escrava do trabalho e sim das minhas contas, batata tem carboidrato?

Pois é

Procuro um tempo pra mim e um espaço onde eu possa guardar todas  as minhas coisas, digito mal, não olho no monitor, tenho insegurança na minha vida e ainda não preenchi com nada, pelo menos produtivo, para que eu possa ser feliz e ter plenitude geral, e o Lungui fala que enquanto eu procurar ter, nunca vou ser e é verdade, para ser feliz eu preciso ter um monte de bungigangas e uma casa e que não me falte comida pra variar.
O ano está acabando e eu não fiz muita coisa que prometi pra mim mesma, tem comilança não vou conseguir emagrecer, pois é , meu desejo é cancelar minhas contas, pagar tudo e deixar de trabalhar, mas quando que eu vou poder fazer isso, claro que eu queria voltar a morar no interior de São Paulo, mas viver de aluguel não vira e sem o Ricardo pior ainda, pois é, aqui nois come nossas coisas socegadu sem preocupação porque nois trabalha e o dia de amanhã é bem mais certo, lá eu viveria outro tipo de socego, perto da família, ar puro pra respirar e com certeza me sobrar…