Contagem para morte

As vezes eu sinto umas palpitações a noite quando estou deitada, me dá falta de ar e meu coração sobe pela boca e fica batendo no cérebro, gostaria que fosse a morte, mas não é, sou imortal, vou passar dessa para o mundo astral e virar luz, não desejo reencarnar, aliás não queria ser imortal mas sou, estou contando os minutos de vida nesse corpo, faltam: 000,9 minutos de vida para meu cérebro parar de funcionar porque tenho disritimia atomica e preguiça  colossal, na verdade meu cérebro pode parar de funcionar antes desse tempo e já me vejo fora do corpo, olhando as coisas e flutuando, mas vou contar uma grande verdade que ninguém quer enchergar, as pessoas morrem e não voltam e tudo se apaga, não tem depois, só o que resta é uma contagem de um segundo para cada instante, nesse momento não tem nada me ameaçando, mas meu peito doi, é meu coração cheio de gordura que reclama do espaço apertado, a qualquer momento vou morrer e espero anciosa por isso.
Os médicos falam que essa dor é angústia, mas vou morrer e mostrar a eles que isso é um ataque do coração

Postagens mais visitadas deste blog

Bora mais um dia

Meu sonho dessa noite