Preguiça de existir

A gente nasce vive e depois morre e nem pode desistir do corpo ir pra outra galáxia onde tem etes dispostos a dar trilhões em dinheiro apenas porque eu existo, não tenho depressão nem doença nenhuma aliás quando aparece qualquer sintoma os médicos acham tudo normal e eu volto pra casa com a certeza que perdi meu tempo enfrentando fila por uns probleminhas que eu devia deixar de lado, ok!
Hoje eu comi macarrão e linguiça calabreza, sonhei com muitas coisas e como sempre parece muito real meus sonhos, só que não lembro pra poder contar, ai que preguiça de existir!

Postagens mais visitadas deste blog

Bora mais um dia

Meu sonho dessa noite