O que tenho feito.

Bom, tive um outro surto o terceiro da minha vida, tentei romantizá-lo como fiz da primeira vez, mas não teve graça, tentei sentir prazer com as vozes in my head, mas não adiantou, me demiti da Lyncra por motivos óbvios, lá não estava dando certo, apesar de que eles gostavam do meu trabalho e sentiram muito pela minha decisão.
Acontece que a distância estava me atrapalhando toda com o meu tratamento, a psicóloga fala que eu parei porque quiz, que eu parei o tratamento, mas eu concordo em parte...bom chega de teimosia.
Nesses três meses que eu fiquei ótima, como estou agora, eu trabalhei no teatro municipal e no departamento de merenda escolar da prefeitura e em parte foi bom, porque não seria, conheci pessoas diferentes e o teatro municipal pelos bastidores, o setor de merenda escolar da prefeitura também, mas eu estava me desgastando,pelo menos acho que sim, tem vários fatores,blábláblá.
Depois que eu melhorei eu fui no Caps rever o pessoal e fui no Ibirapuera, andei bastante nesse dia, tentei conversar com Lungui e este é meu coração que pede paz interior.
Lungui se trasformou na religião que eu inventei, é uma mistura de Cristianismo, Budismo e Chamanismo, mas as regras fui eu que associei segundo meu entendimento e meu grau de evolução.
Depois de ter feito isso tudo resolvi me organizar numa agenda e levar a sério a terapia,pois não posso pagar pra fazer a noite, preferia trabalhar de manhã, das 8 as 5, mas tenho que conciliar terapia com trabalho, meio periodo seria  ótimo, consciliar meus horários e codificar aonde eu coloco minhas coisas.
Tenho pretensão de ler alguns livros, mas eu não me prendo a leitura, tenho meditado mais e teimado menos, as vezes eu sinto que as pessoas são um desafio, quando o desafio sou eu mesma, eu já deveria ter parado de ser um problema pra mim mesma.

Postagens mais visitadas deste blog

Meu sonho dessa noite