Ser escravo

Não importa que eu não trabalhe para os outros de graça, eu sempre estou presa ás situações por ser pobre e incapaz, tenho que tapar meus ouvidos, mas já não adianta porque a desgraça fala mais alto e canta e me atormenta, tenho que segurar minha vida pois tenho de tudo e tenho a compania do Ricardo por isso não posso cometer suicídio pra que ele não sofra e se por acaso eu não conseguir cometer suicidio também, ficarei dando trabalho pra ele coisa e tal, não tenho capacidade de comprar uma casa e sair daqui pra num ter mais que usar tampão de ouvido, eu não aguento mais, to em ponto de morrer mais num morro, se pelo menos alguma coisa na minha vida desse certo, se meu desejo se tornasse realidade, mas sou escrava das situações que me arrastam nessa maldita vida onde não posso ter o direito de entrar em surto socegada, sou muito infeliz, só não sou mais porque tenho compania e por isso vou levando sendo arrastada pela vida disfarçadamente querendo ser feliz mesmo não sendo surda, gostaria de ser surda, gostaria de levar um tiro na testa, gostaria de ser trilionária, mas se eu fosse não ia querer morrer lógico.

Postagens mais visitadas deste blog

Bora mais um dia

Meu sonho dessa noite