Morri

Essa noite eu sonhei que desejava a morte do fundo do meu coração e ela me veio perto do rosto com aquele semblante amarelado, eu sentí um frio nos olhos mas não deixei de desejá-la, eu tenho o aconchego do meu lar e um marido extraordinário, nenhuma pressão externa, claro que toda noite tem muito barulho e eu ainda não ganhei na loteria dos extraterrestres para comprar aquele apartamento de luxo duplex,carro e tudo mais .
Não tem problema nada disso que me importuna ,nem o tédio coisa e tal,mas eu estive pensando no quanto eu desejo morrer antes que isso tudo acabe, sou uma pessoa pessimista e não acredito em Deus,nem no diabo,nem em porcaria nenhuma, as vezes eu duvido muito de mim também e sei que eu não tenho capacidade pra nada e que tudo que eu tento fazer tende a dar errado, tem coisas que eu faço com má vontade,tédio, tem outras que até dão certo,mas uma das coisas que eu tenho aprendido é morrer para esse mundo ordinário de consumismo e lerolero,onde só quem tem consegue alguma coisa e tal.
Outra coisa que tenho aprendido é que não adianta ignorar e ser feliz se existe barulhos quando você quer silêncio, melhor tapar os ouvidos e ser feliz porque os barulhentos foram contratados por atores intraterrestres para atormentar a minha existência, e é claro eu vou dizer uma coisa, eles venceram, conseguiram me atormentar, mas eu ainda estou viva sendo torturada por barulhos, ai como eu gostaria de ser surda,pena que quando a gente morre, a audição é a ultima coisa que se perde, eu gostaria de ser surda agora, seria muito bom não ter que viver com fones de ouvido sempre,por isso eu declaro hoje 11/07/2012 como o dia fatídico e tão sonhado dia em que eu morri.

Postagens mais visitadas deste blog

Bora mais um dia

Meu sonho dessa noite