domingo, 1 de fevereiro de 2015

Mês atribulado

Eu passei esse primeiro mes do ano na esperança e na motivação de conseguir algum sucesso na minha empreitada cosmica intergalática, mas depois de muito tentar e trabalhar em vão eu não consegui me conter e segurar mais um emprego, gostaria de ter uma loja independente ou um site onde eu pudesse ganhar meu sustento sem precisar de chefe mandando em mim, odeio ter que adimitir mas não gosto de chefes neuróticos apontando o dedo pra minha cara, nem de funcionário que chama a atenção como se fosse o chefe.
To tomando os parafusel direitinho e meu casamento vai bem, to tentando ver se minha motivação não some que nem o meu dinheiro, minha saúde vai bem infelismente, porque não gostaria de durar muito, ja pedi a Proteção , Pena Branca e Chuva que me desse essa causa impossível, eu to preparada pra morrer a qualquer momento, eu tenho pensado muito nisso ao longo do tempo em que tive uma derrota aqui e ali, estou cansada de derrotas, estou cansada de lutar e ja desisti faz tempo, até quando eu vou tentar arrumar emprego se eu não paro em emprego.
Se eu for contabilizar as coisas que já tentei fazer vou ver que está faltando valor, porque eu raramente dou valor a alguma coisa que eu faço e quando penso que estou dando valor esqueço dos detalhes tipo como ter paciencia e fé diante das adversidades.