sexta-feira, 28 de março de 2014

A minha verdade

Hoje eu ouvi o Gasparetto no aplicativo  e cheguei a conclusão de que ele não acompanha a minha vida a distância, até porque são muitas pessoas que assistem ao aplicativo, mas por falar nele preciso me valorizar sim, isso é verdade e eu assumo, preciso desligar os outros do meu pensamento e principalmente do meu medo de encará-los de frente.
Essa noite tive várias camadas de sonho e pesadelo, até a encarnação passada, cada dia é uma camada de sonho e pesadelo e eu estou anuviada no meio dessas encarnações, ontem escrevi pouco no meu diário, sonhei alguma coisa com o Ricardo, trabalhei  sem vontade , só pelas contas e tudo mais e pretendo continuar na compania dos meus amigos do além.
Quero dizer com tudo isso que estou sozinha nas minhas escolhas , mesmo com tantos amigos imaginários e o Ricardo, se eu quizer sair da zona de conforto, ninguém verá com certeza, mas eu estarei lá para me sentir mais forte por mim mesma.